A Covid-19 poderia levar a melhores serviços de saúde mental?

Em uma apresentação intitulada Covid-19 pandemic: The worst of times and best of times? (em tradução livre, “Pandemia da Covid-19: o pior dos tempos e o melhor dos tempos?”) no WCP 2021, a professora Pratima Murthy, de Bangalore, na Índia, destacou os aprendizados da pandemia que levaram a melhorias nos serviços de saúde mental no mundo todo e sua esperança de que resultem em sociedades mais resilientes, fortes, conectadas e compassivas.

A Covid-19 poderia levar a melhores serviços de saúde mental?

Resiliência e apoio social são fundamentais para possibilitar que as pessoas saiam da pandemia mentalmente mais fortes

A pandemia da Covid-19 ameaçou e continua ameaçando a saúde física e mental, e o bem-estar socioeconômico globalmente; e todos foram afetados de uma forma ou de outra, afirma a professora Murthy.

A experiência levou a um foco na melhora dos serviços de saúde mental e em mudanças na prestação de serviços nessa área, no mundo todo, adaptada aos contextos locais conforme necessário.

A resiliência e o apoio social são fundamentais para possibilitar que as pessoas saiam da pandemia mentalmente mais fortes, defende a professora Murthy. Além disso, uma comunicação e serviços psicológicos eficazes, e a prestação de cuidados para comunidades marginalizadas são essenciais para reduzir a morbidade relacionada à saúde mental.1

 

Abordagens pragmáticas que melhoram os serviços de saúde mental

Uma expansão dos serviços de saúde mental e novos mecanismos de entrega de medicamentos melhoraram a prestação de serviços de saúde mental e o seu acesso.

As abordagens pragmáticas melhoraram os serviços de saúde mental durante a pandemia da Covid-19, afirma a professora Murthy. Elas incluíram:

  • Inovação e pensamento criativo para ampliar o tratamento
  • Incentivo às comunidades para apoiarem umas às outras, reconhecerem quando uma pessoa está sofrendo e alcançarem pessoas isoladas
  • Telesserviços de saúde mental melhorando o acesso a aconselhamento sobre saúde mental e serviços psiquiátricos virtuais
  • Desenvolvimento de mecanismos para encaminhamento e entrega de medicamentos essenciais, incluindo medicamentos psiquiátricos2

 

Aspectos positivos sobre o bem-estar

A Covid-19 resultou em mudanças sistêmicas positivas nos serviços de saúde

A professora Murthy destacou uma pesquisa com habitantes da Polônia que demonstrou aspectos positivos sobre o bem-estar resultantes da pandemia. Por exemplo, os entrevistados estavam reavaliando suas vidas e prioridades, e fortalecendo o capital social, desenvolvendo novas habilidades, novas áreas de conhecimento e dedicando mais tempo de qualidade com suas famílias.3

Mudanças sistêmicas para melhorar os serviços de saúde para uma melhor gestão de novas pandemias e benefícios ambientais foram outros aspectos positivos identificados pelo estudo.3

A pandemia também desencadeou inovações positivas nos serviços de saúde, como o rastreamento de contatos, o envolvimento da comunidade, a prevenção contra infecções, tecnologias de informação e comunicação, e políticas e estruturas de incentivo para estimular a criatividade e o empreendedorismo.4

 

A resiliência pode reduzir os efeitos da Covid-19 na saúde mental

A importância da resiliência

A resiliência — que pode refletir uma interação entre fatores internos, como a capacidade cognitiva de um indivíduo, sua resposta ao estresse, os traços de personalidade e saúde física, e fatores externos (como o status social e a estabilidade financeira)5 — é importante para reduzir os efeitos da Covid-19 na saúde mental, concluiu a professora Murthy. Ela sugeriu práticas meditativas, como o Bagavadeguitá e ioga, para ajudar a promover a resiliência.

 

Quer receber as novidades da Progress in Mind Brazil no seu celular?

Participe do nosso canal no Telegram clicando aqui e receba os novos conteúdos assim que forem publicados!

Our correspondent’s highlights from the symposium are meant as a fair representation of the scientific content presented. The views and opinions expressed on this page do not necessarily reflect those of Lundbeck.

Referências

 

  1. Serafini G, et al. The psychological impact of COVID-19 on the mental health in the general population. QJM 2020:529–535.
  2. Galea S, et al. The mental health consequences of COVID-19 and physical distancing. The need for prevention and early intervention. JAMA Intern Med 2020;180:817–818.
  3. Krajewski M, et al. The bright side of the crisis. The positive aspects of the COVID-19 pandemic according to the Poles. European Societies 2021;23(Suppl 1):S777–S790.
  4. Wasswa W, et al. Global Landscape for Technological Innovations for COVID-19: Lessons for Africa. WHO Regional Office for Africa, 2020.
  5. Vahia IV, et al. Older adults and the mental health effects of COVID-19. JAMA 2020;324:2253–2254.
Você está deixando Progress in Mind
Olá,
Por favor, confirme seu e-mail
Enviamos um link de confirmação para o seu endereço de email. Por favor, verifique sua caixa de entrada e/ou sua caixa de spam e clique no botão Confirmo meu endereço de email para obter acesso completo ao site.
As informações neste site são exclusivamente destinadas a profissionais de saúde.